Iluminação de escritórios: aprenda a projetar

Iluminação de escritórios: aprenda a projetar

Você sabia que a fadiga visual é responsável por boa parte da improdutividade e do cansaço no trabalho? Por isso é muito importante pensar também na iluminação dos escritórios.

Existem três tipos básicos de lâmpadas: incandescente, fluorescente e de LED. Tanto as fluorescentes quanto as de LED são brancas e mais econômicas, mas as últimas são as mais modernas e possuem uma durabilidade bem maior. É importante ressaltar que potência não indica luminosidade. Por isso, você deve procurar pela medida em lúmens, que é o fluxo emitido, ou pela medida em lux, que é a luz que chega ao local.

(Foto Hiroyuki Oki/Reprodução)

Para definir as luminárias, pense qual é o tipo de luz ideal para o seu escritório: difusa ou dirigida. A difusa tende a iluminar o ambiente como um todo, de forma igual. A dirigida, por sua vez, é focada em apenas um local, com um fluxo geralmente mais forte. Escolha abajures e luminárias de mesas para a iluminação direta e opte por plafons ou luminárias de teto de vidro leitoso para a iluminação difusa, por exemplo.

Para o teto disponha as luminárias em uma distância igual para garantir que a luz seja bem distribuída. O ângulo de todas as luzes deve ser superior a 30º acima do olhar, para não causar ofuscamento. O olho nunca deve ficar contra a luz ou na mesma direção. Outro fator que causa o cansaço da visão é uma iluminação com frequência variável ― que pisca, por exemplo.

Nada melhor do que aproveitar a própria luz do sol para economizar energia e garantir um ambiente natural. Se o escritório tiver janelas, disponha a mesa em um local que seja iluminado e não ofusque a vista. Por isso, pensar na iluminação do seu espaço de trabalho ou escritórios é fundamental.

Conte com a Iplan Engenharia pra auxiliar em seu projeto.

Entre em contato: (21)3226-0148 (21)99584-9085. contato@iplanengenharia.com.br | www.iplanengenharia.com.br